Suspenso por doping, Spider volta a pedir por superluta de boxe

A superluta de boxe que aconteceu em agosto passado, em Las Vegas (EUA), entre Floyd Mayweather e Conor McGregor abriu portas para que outros eventos desse tipo possam acontecer. E quem sempre teve o interesse em misturar o mundo do MMA com o mundo de boxe é Anderson Silva, que agora voltou a pedir por uma oportunidade para enfrentar o pugilista Roy Jones Jr.

A ideia de uma superluta de boxe partiu do brasileiro, que, nove anos atrás, já havia defendido o cinturão dos médios (84 kg) com sucesso em cinco oportunidades e não se sentia desafiado por nenhum outro lutador da sua categoria. Contudo, o UFC não o liberava para subir aos ringues e Jones se mantinha como campeão mundial de boxe.

Mas, ao que parece, ambos os atletas ainda querem se encontrar. Isso porque o americano, em entrevista ao programa ‘The Ask Gary Vee Show’, voltou a pedir por uma oportunidade contra o Spider. Jones ainda ressaltou que, caso o ex-campeão do UFC consiga a liberação da organização, estará pronto para o combate, mesmo aos 48 anos.

“Ainda estou tentando lutar com Anderson Silva. Anderson Silva e eu estamos tentando marcar uma luta muito antes de Floyd Mayweather e Conor McGregor começarem a pensar nisso. Estamos tentando lutar há nove anos, mas não davam uma brecha para ele marcar. Poderíamos ter feito isso há muito tempo”, comentou o campeão mundial de boxe.

“Ele ainda quer lutar comigo e eu ainda quero lutar com ele. Ele tem 14 lutas de boxe como profissional, então a diferença é que ele tem experiência. É concebível que ele possa fazer isso. Nós dois queremos lutar e o UFC não o libera. Eu tenho quase 49 anos, mas eu estarei pronto para lutar com Anderson Silva amanhã se ele puder”.

Depois dessa entrevista, Silva usou as suas redes sociais para garantir que subir no ringue com Jones ainda é um sonho e que, por isso, mantém o seu interesse nessa superluta. O brasileiro pediu para que os dois lutadores façam esse confronto acontecer.

“Tudo bem, Roy Jr., isso é tudo o que eu quero por anos. Muito antes de tudo isso acontecer, será um prazer subir no ringue com você. Eu tenho muito respeito e admiração por tudo que você já fez no boxe e todos sabem que esse tem sido o meu sonho. Vamos fazer esse evento acontecer. Acho que temos esse direito, já que nós dois estamos dispostos a fazer isso. Vamos fazer acontecer, sr. Roy”, escreveu o brasileiro na sua publicação no Instagram.
Mesmo com o interesse mútuo no duelo, é muito difícil que ele saia do papel. Anderson Silva está temporariamente suspenso pela USADA (agência norte-americana antidopagem) por ter falhado recentemente em um exame antidoping. Sua pena deve sair nos próximos meses e, com a provável punição, outras comissões não devem autorizar que o brasileiro atue mesmo que seja em uma luta de boxe. Além disso, o Spider ainda tem contrato em vigor com o UFC.

MSN

Deixar uma Resposta