Saúde do RN ganha reforço com 24 ambulâncias equipadas com UTI

Os hospitais regionais de Caicó, Currais Novos, Parnamirim e Caraúbas receberam um reforço no transporte pré-hospitalar e inter-hospitalar de pacientes com risco de vida. Na manhã de hoje (6), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebeu da Assembleia Legislativa ambulâncias equipadas com UTI que irão reforçar a rede de atendimento móvel de urgência, contemplando assim todas as regiões do Estado, uma vez que além dos hospitais regionais, prefeituras municipais também foram beneficiadas com a doação.

Ao todo, foram entregues 24 ambulâncias do tipo B, classificação do Ministério da Saúde aos veículos com os equipamentos necessários à manutenção da vida. A secretária-adjunta da Sesap, Hélida Maria Bezerra, frisou que “é muito importante o apoio das instituições, como o poder Legislativo, pensando a saúde como algo de responsabilidade coletiva”.

Já o presidente da Casa, Ezequiel Ferreira de Souza, destacou que a entrega das ambulâncias está sendo feita de forma inédita, ouvindo os anseios e demandas populares nos gabinetes. “É uma parceria com as prefeituras e hospitais regionais que irão disponibilizar as equipes de profissionais que irão utilizar as ambulâncias”.

As ambulâncias são equipadas com os mesmos instrumentos que existem numa UTI física de um hospital, de modo que terão maca articulada e com rodas; suporte para soro e maquinário para procedimentos de reanimação e estabilização do fluxo de oxigênio no organismo. Além disso, ela disporá de kit para parto, com luvas cirúrgicas, clamps umbilicais, estilete estéril para corte do cordão, saco plástico para placenta, cobertor, compressas cirúrgicas e gazes estéreis entre outros itens.

Estes veículos para atendimento móvel de urgência também estarão aptos a realizar atendimento de salvamento terrestre e aquático. Pacientes com lesões imediatas de queimaduras também poderão ser atendidos pelas UTI’s móveis que estão sendo entregues. A Assembleia Legislativa conta com a parceria das gestões municipais para que escalem os profissionais que serão o médico, um enfermeiro ou o técnico de acordo com o grau de classificação para o pronto atendimento ao paciente.

GOVERNO DO RN

Deixar uma Resposta