Quase 70% dos inscritos no ENEM já consultaram o local de prova

Às 18h30 desta terça-feira, 31, 69% dos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 já tinham consultado seu cartão de confirmação da inscrição. Entre os participantes treineiros, o acesso é de 84%. O Ceará, desde o início da divulgação dos cartões de prova, é o estado com maior porcentagem de acessos: 79%.

O cartão informa o número de inscrição, a data, hora e local das provas, a opção de língua estrangeira e os atendimentos específicos ou especializados, caso tenham sido solicitados. O documento foi liberado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na sexta-feira, 20, na página do participante. Também pode ser consultado pelo aplicativo do Enem, desde que esteja atualizado, nas lojas Google Play (para Android) ou App Store (para iOS).

Para acessar o cartão de confirmação do estudante, é necessário informar o número do CPF e a senha cadastrada na inscrição. Um passo a passo para recuperação da senha está disponível para aqueles que a esqueceram. Não é obrigatório levar o cartão impresso no dia das provas. O Enem 2017 será aplicado em 12.416 locais de prova, distribuídos em 1.725 cidades brasileiras.

Declaração – Antes de acessar as informações, os participantes devem ler um aviso sobre a declaração de comparecimento. A partir desta edição do Enem, o candidato que precisar comprovar sua presença na prova, deverá imprimir e levar a declaração personalizada, disponível na página do participante. No dia da aplicação, deverá apenas colher a assinatura do coordenador de local de prova. Haverá uma declaração para cada domingo de aplicação.

A declaração referente a 5 de novembro já está liberada para download. Já a de 12 de novembro será liberada a partir do próximo dia 6. O cartão de confirmação só será visualizado após o participante confirmar ter lido o aviso e estar ciente de que é o responsável por levar essa declaração, caso necessite.

Acesse a página do participante do Enem no portal do Inep.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

Deixar uma Resposta