Manifestantes contra o G20 impedem Melania Trump de deixar hotel

Manifestantes contrários ao G20 bloquearam nesta sexta-feira (7) a primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, impedindo-a de deixar seu hotel em Hamburgo, informou a agência de notícias alemã DPA. Melania deveria comparecer ao programa oficial de eventos programados para cônjuges dos líderes dos 20 países-membros do G20.

Um porta-voz da primeira-dama norte-americana informou que ela não conseguiu deixar a residência por “motivos de segurança”. “Não recebemos o ‘ok’ da polícia para deixar a casa”, informou. Melania está hospedada na residência de hóspedes do Poder Legislativo local.

O presidente dos EUA, Donald Trump, um dos principais alvos dos protestos em Hamburgo, foi obrigado a enfrentar a pressão dos manifestantes durante seu trajeto para os compromissos oficiais.

O republicano, porém, precisou fazer desvios no caminho. Desde o início da semana, a cidade de Hamburgo é palco de protestos contra a cúpula do G20, que ocorre entre hoje e amanhã. A tensão, porém, elevou-se na noite de ontem (6), quando manifestantes e policiais entraram em confronto.

Nesta manhã, na abertura da cúpula, o clima de violência continuou e a polícia usou canhões de água para conter os manifestantes. Hamburgo, cidade natal da chanceler alemã, Angela Merkel, a anfitriã da cúpula do G20, deve receber mais de 50 mil manifestantes entre hoje e amanhã, em dezenas de protestos. (ANSA)

MSN

Deixar uma Resposta